Carne Transversal

A carne abscissa dos meus camelos não podem mais por em desventura os teus leões famintos. Se turva-me a água, se o mais ligeiro pensamento te salve. Concordo que tu não me entendes, mas que de um certo olhar eu te sondo sem a anatomia constante. Os demônios estão agora lá fora, junto com os piócitos ácidos a se vestirem de branco, na realidade verde e amarela que te acalma ferozmente. Não quereis que te acorde, porém, não é a crua carne que te faz no libido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s